Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

Reflecçao.

Vivo a vida que não tenho.

Choro a tristeza que não tem motivo.

Passeio-me por caminhos imaginários e escrevo letras que o abecedário não conhece.

Pergunto e ninguém responde.

Espero e nada acontece.

Luto por tudo e conquisto nada.

Tento que o negro fique claro mas o negro esconde-se de mim na escuridão .

Cheiro flores já secas e gosto.

Aprecio paisagens decadentes e ignoro o melhor pôr-do-sol alguma vez visto.

Tento compreender coisas que nunca compreendi.

Esforço-me por crescer e por me fazer entender e ser respeitada mas o esforço e inútil e tudo regride.

Esqueço momentos que nunca aconteceram.

Quero cair mas não há de onde.

Quero compreender o significado de reflectir mas não consigo,  não há tema.

De repente, ele chega e a tudo muda:

Agora, viver a vida e o mais importante e aquilo que me da mais prazer.

Chorar? Só se for de alegria, pois as lágrimas foram proibidas de visitar o exterior.

Passeio-me pelos caminhos que mais gosto e só escrevo aquilo que sinto e tu sentes comigo e fazes-me companhia durante o passeio .

Pergunto e tu respondes, dizes que me amas.

Espero e o beijo cala-me mesmo antes de acabar de perguntar.

Luto por tudo e a vida oferece-me o dobro.

Aceito o negro como negro e já não o associo à escuridão .

Cheiro as flores do ramo que me ofereceste e elas prometem nunca secar.

As paisagens decadentes, para mim, são belas e o pôr-do-sol o melhor espectáculo onde tu e eu classificamo-nos de espectadores.

Tento compreender cada vez mais situações e ajudar, por muito que não entenda.

Deixo que a vida me faça crescer e entendo e respeito os outros para que me entendam e respeitem a mim, mesmo que seja difícil , mas com a tua ajuda tudo se esbate...

Nao esqueço nada, lembro momentos difíceis para que não se repitam e os felizes, os que vivo agora, para que se repitam vezes sem conta e me alegrem cada vez que me lembrar dos tristes.

Posso cair, a altura assusta-me, mas tu proteges-me e se for preciso caímos juntos estou nas nuvens!

Já compreendo o significado de reflectir, não por inteiro mas prometemos descobrir juntos...

 

AMO-TE...mudas-te a minha vida!!!

Sinto-me: SO HAPPY!!!
música: I´m so happy!!!
Publicado por Leticia às 20:38

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Vontades...

As vezes, gostaria que o tempo passasse a velocidade diferente.

Gostaria de poder sair da minha vida e observa-la de fora.

Gostaria de poder fazer as escolhas sem medo de Errar e de magoar alguém .

Gostaria de ser tudo aquilo que querias que eu fosse.

Gostaria de fazer tudo aquilo que querias que eu fizesse.

Gostaria de ser forte com queria ser.

Gostaria de ter a independência que queria ter.

Gostaria de pegar em mim e em ti, e não  fugir, ,mas ir para onde quisesse sem ter nada nem ninguém que me prendesse a onde pertenço ou julguei pertencer.

Gostaria de ser livre.

De poder sair sempre que me fosses buscar sem ter que justificar tudo o que faço, mas no fundo ambos compreendemos o porque.

Gostaria de ser aceite sem condições .

Gostariade definir a minha vida sem ajuda.

Gostaria de ter as minhas próprias definições : gostava de saber exactamente o que me faz feliz, triste e o que me assusta.

Gostaria de arranjar solução para tudo.

Gostaria de te amar como tu desejas e não como amo.

Gostava de ser aquilo que te faz ter coragem para enfrentares mais um dia;

O motivo de todas as tuas disposiçoes, e de todas as tuas expressoes.

Gostaria que as pessoas me associassem a ti cada vez que te lembrarem.

Gostaria de ser aquilo em que mais pensas, de que mais falas, que mais desejas.

Gostaria de ser o conforto, a segurança e ao mesmo tempo a aventura e o risco,

Gostaria de não me arrepender de nada.

Gostaria que não te arrependesses de nada.

Gostaria de ter tudo aquilo que gostava e poder se calhar um dia substituir o gostava pelo gosto...o condicional pelo presente...

Gostaria que os "ses" acabassem...e as reticencias tambem...

 

GOSTO DE TI!

E GOSTO de ser FELIZ contigo!

GOSTO de saber que aina existem duas certezas na minha vida!

Sinto-me: feliz com as duas certezas!
música: nao ha nenhuma que defina o vddeiro amor!
tags:
Publicado por Leticia às 19:11

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Eu & Ella!

Caminhamos juntas e entramos para o sitio do custume, monumento desperso do Universo que nao lhe admite o seu verdadeiro valor. Acho que ainda  ninguem o verdadeiro valor da familia. A unica coisa que temos como nossa e sabemos que nunca nos pode deixar. Seguimos as pegadas inivisiveis que nos guiam para o TUDO.

Juntas andámos e juntas andaremos. Porque em pequeninas corriamos campos cheios de flores e coisas maravilhosas e agora com o tempo a passar não vamos deixar de cometer loucuras!

Confidencias, segredos contados ao mundo que nos fazem sentir ouvidas e compreendidas. Intercambio de conselhos e sorridos, de vidas e caminhos partilhados onde uma faz sempre parte da outra. Semelhanças, enredos de esta grande tele-novela...das nossas vidas ofertas sem pedido de resposta.

Caminhando de estrela em estrela, de nuvem em nuvem, de pedra em pedra até chegarmos aquele tal sitio que à tao desejado, para podermos realizar tantos sonhos e praticar tantas novas coisas. Porque há ainda tanta viagem até aquele lugar maravilhoso, porque sempre juntas vamos estar e aquele maravilhoso sitio chegar, com o suor a escorrer e fridas ainda por sarar mas sempre muito felizes e com um enorme sorriso na cara!

Aventuras, correrias e investigaçoes.

Memorias de tempos considerados infantis que nao sao assim tao longe no passado. Noites de crescimento e aprendizagem. Liçoes de moral, de civismo e de muita diversao...Porque este e o ponto que mais nos liga, que masi nos faz querer estra juntas...O quanto nos divertimos juntas!

 

Sinto-me: Bem com ella!
música: a musica da nossa amizade...@
Publicado por Leticia às 14:50

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 26 de Junho de 2007

Naquela casa...

Vou caminhando descalça pelo chão frio do nosso passeio, da estrada que construimos. Oiço a musica, a melodia da nossa historia, olho-te sentado no mesmo chão que piso, tentando encontar algo que te aquecesse.

A sombra da tua camisa, a unica coisa que tenho vestida, desperta a tua atençao. Olhar desejoso, esperançoso de que seja eu aquela tua miragem do possivel futuro que te preenche o presente.

Sento-me contigo e o frio torna-se quente e o nevoeiro torna-se apenas o descanso de um sol radioso. O coraçao bate e nos somos felizes. Envolves-me naqueles braços fortes a que ja me habituei. Habituei-me aos beijos encharcados no amor que vai sendo lapidado e alegria que me fizeste alcançar no antes, no agora e no depois.

Pois o futuro pressegue-nos e nunca para de chegar, de passar por ti e por mim e de formar uma amanha diferente, ou igual dependendo da nossa vontade. 

Em cada segundo lá estas tu: Mimando-me, acarinhando-me, nunca me deixando pensar sozinha, apresentando-me o mundo no seu melhor, mas deixado-me ser livre, deixando-me escrever a minha propria historia, ser tudo aquilo que eu sempre quis...ser...

TUA!

Sinto-me: segura...feliz...
Publicado por Leticia às 22:41

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

Documento das horas vazias, horas sem titulo...

O tempo mostra-me que a palavra precipitação e um erro.

E que nada acontece por acaso.

Mostra-me que se nao fosse a tal precipitaçao o tempo já nao era o tempo que conheço.

Pois, o tempo, para mim, é unica e simplesmente uma liga de momentos que se unem cronoligicamente e fazem com que seja necessario saber o que é o antes e o depois. Contigo o tempo e cheio, recheado, de uma sequencia de vazios multiplos, multiplicados pelo numero infinito do meu desejo, que o meu tempo seja o nosso tempo!

Mostra-me que sem estes erros precipitados o teu tempo nunca seria meu. E o tempo era obrigado a ser distinto, separado para cada um de nos, mas engana-se porque nos somos um so, uma so palavra, um so sentido, um som modo de compreensao, nós.

E nós fariamos, mesmo assim, que o tempo tivesse outro significado que nao o de um fenomeno que nao se controla, que corre contra nós, porque ate a favor do tempo nos lutamos...

Momentos só se chamam momentos se forem passados contigo.

Mesmo que o longe seja perto, o tempo para nós nunca foi sinonimo de distância.

Proibiçoes baseadas em teorias temporais.

Silencio gritado pelas nossas almas com receio de que o tempo corra e que o silencio permaneça por muito tempo.

Mas o som da batida dos ponteiros relogio emocional quebram o silencio...

Pedem que o tempo desapareça e nos deixe editar o significado de tempo...sem que o tempo interfira! =') 

 

Vamos tentar arranjar uma melhor definiçao para esta palavra...? adoro-te...

 

Sinto-me: filosofica...mas nao sou!
Publicado por Leticia às 21:59

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

O fim da tarde, amado-o...

Ela lembra-se das vossas conversas, viaja ao passado de á minutos e sorri!

Mira-te, a imagem presa na sua mente e encara-te como o seu futuro.

Senta-se na cama e põe a vossa musica alta como quisesse anunciar o vosso amor a todo  o mundo. Como é bom saborear os vossos beijos no replay.

Abre a janela e a noite cumprimenta-a. Nao a noite triste de outrora mas a noite colorida de que voces tao falam. A noite nao é mais solitaria, as ruas nao estao mais vazias, entao simplesmente a vossa espera.

Olha para o ceu e foca a estrela mais brilhante, lembra-se dos tempos em que ficava horas a pedir desejos a sua estrela e, agora repete o procedimento afinal, os desejos foram sempre ouvidos. Pede que tu sejas sempre o seu anjo, aquele que ela mais ama, aquele que a faz a mais feliz.

A aliança ganha um brilho semelhante ao da estrela e ela atende aquele sinal como uma resposta. Um sim que ela ira sempre guardar e lembrar cada vez que olhar para o ceu...

Saudades tuas...    e da estrela...

Sinto-me: compreendida...feliz
música: Juanes- pra tu amor
Publicado por Leticia às 14:52

link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Junho de 2007

Saudades tuas...=')

(saudades nao quer dizer que estamos longe mas sim que um dia estivemos juntos...@)

 

SINTO A TUA FALTA...

 

FALTA dos Invernos,

em que só ele me aquecia,

FALTA doa cadernos,

onde só o nome dele escrevia,

FALTA das pinturas,

do cabeleireiro,

FALTA das loucuras,

em que gastavamso dinheiro.

FALTA dos sossuro,

do apoio,

FALTA do abraço,

da caricia,

FALTA do espelho,

do seu olho,

FALTA das palavras sem malicia...

FALTA do telefone,

das vivencias,

FALTA das mensagens,

das clemencias,

FALTA do amor,

da paixao...

FARTA da escuridao,

FARTA das ausencias...

 

AMO-TE....MUITO MESMO!

 

Sinto-me: HAPPY...AND LUCKY...!
Publicado por Leticia às 21:16

link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Junho de 2007

Momento maravilhoso...

Cabelo molhado sobre as costas nuas...

Maos enormes entrançam-no com carinho sempre presente. O peito e aqueido por elas que cuidadosamente o acolhem.

Ombros fortes, pele macia e abdominais mais que definidos encostam-se deveagar ao peito nu e respiram no mesmo ritmo daquela musica que ambos os coraçoes cantavam. O coração bate e pede a mesma coisa. Amor. Labios grossos unem-se com os finos e linguas abraçam-se. Ela deseja-o e deixa-se levar...Os dedos passeiam-se pelo seu pescoço e a lingua volta ao seu trabalho. Entre suganços e mordidelas ele msotra o quanto a ama. Demonstraçoes fisicas que ela admira e para a qual faz questao de contribuir. Manobras sinuosas que o tiram do serio, ama-a tanto e nao pressiona nada... Ela, ingenua como sempre foi, faz tudo certo e o romantismo acompanha-os sempre.

Eles deixam que o fascinio que tem um pelo outro os consuma e o Amor toam conta dequela noite, e deixa o resto por sua conta.

Ele vasculha cada canto e faz com que cada segundo seja inesquecivel, o home da sua vida, com certeza.

Ela relembra, feliz, cada momento daquela relaçao que resume a vida dela e a entrega e completa.

Silencio...

Amor...

E um segundo Ele nasce e ela continua ingenua, romantica mas masi feliz,tao masi feliz!

A pureza do seu coraçaoe indubitavel...

Pois a pureza, a pureza verdadeira e de coraçao, que nada tem a ver com o que acontece quando se faz a vontade do coraçao.

Dois coraços que se uniram num so, que nunca se vao deixar separar, a fusao e demasiado forte...

Eles ama-se mais que tudo...

E lindo!

Sinto-me: in love...
música: Une chance - Marcia
Publicado por Leticia às 12:11

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

Qual é o preço da realidade?

Mais um sonho contigo,

até julguei ser verdade,

um sonho fugido,

escapado,

da mão da realidade...

Saudade,

vida exausta de te procurar,

vontade,

a que me move para te resgatar...

Qual o preço do resgate?

é gratis?

ou cobra-me lagrimas aos pacotes,

serao confetis?

que lançarei quando viver o meu sonho contigo...

Sinto-me: com saudades...
Publicado por Leticia às 12:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 7 de Junho de 2007

Vamos falar...

Falar de uma amor suave e magico, como uma pena que toca o corpo de uma virgem...

Falar de ti e de mim.

Falar de nos, amor.

Vamos esquecer que nos afastaram, e lembrar que nao deixamos de nos amar.

Vamos falar daquilo que nos faz felizes.

Vamos falar de tudo aquilo que me fazer sentir, das lagrimas que choramos m pelo outro, do destino que nos une e que nao nos deixa fugir.

Vamos falar das vezes que o teu coraçao bate e já nao escontras silencio porque so o ouves....

Vamos falar do que sentimos quandos as nossas almas e os nossos corpos se uniram e me ofereces-te um beijo, presente do Céu...

Vamos falar da minha vida sem a tua, uma morte imediata!

Vamos falar da entrega, dos nossos coraçoes, da mudança das nossas vidas, dos sacrificios que fazemos um pelo outro.

Vamos falar da vida que partilhamos e das confidencias...

Vamos falar da amizade, do amor, do carinho, do desejo que nos une e nos separa de tudo o que é futil e sem significado...

Vamos falar de como me mudaste, de como sou feliz, de como estou diferente contigo...

De como te AMO...

Sinto-me: Bem...
Publicado por Leticia às 11:52

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 6 de Junho de 2007

Nuvem...

Nuvens encobrem os meus olhos,

um nevlina que arrefece a minha pele,

caminho no escuro,

escuto o som do mundo,

a girar,

triturando a luz do dia,

e a magia dos sonhos...

Ainda respiro,

tranpiro,

a desejar,

de forma vaga,

que o sol me traga,

o calor, que acabe a dor,

que me aperta o peito,

desaba nos meus olhos,

o veu da tristeza,

tornar, distorcer,

em pedaços,

sei que vou esquecer,

sonhos infantis,

precoce é o meu ser,

pressoes hostis,

que inibem o calor,

no fogo da paixao,

uma combustao que nunca acaba,

nao vai perdendo,

escoando,

e a minha ao vento...

Grita por ti!

Sinto-me: melhor...
Publicado por Leticia às 11:36

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Junho de 2007

Promessa do anjo!

De repente tu respondes! A adrenalina invade-me curiosa por descobrir o que esconde o envelope.

Abro, fecho os olhos e tenho a certeza do teu amor, reciproco...

Todas as expressoes que msotram esse amor voltam ao meu consciente, o meu consciente ama-te tanto!

Nao há medo que me chegue e muito menos insegurança que passe por mim. Quando me disses-te que irias ficar do meu lado para sempre,  todas as duvidas voaram como voava o teu beijo, simples e terno, carinho puro!

A verdade confirma-se! Tu gostas de mim! Prometes, novamente, tudo o que havias prometido e eu acredito e confio em ti! Confio-te tudo...Promesssa vinda de um anjo, o anjo que me guarda de tudo, que me protege da minha propria realidade. Me protege do medo de partilhar tudo com alguem, de partilhar tanta experiancia com alguem como tu, superior a mim! Superior a tudo! Pois, meu amor, quem tem sentimentos tao puros como nos nao merece ser condenado (como nos somos!)...

O Destino é nosso, o meu é teu e o teu, estou certa que é meu! Sinto a tua presença em cada segundo sem ter que estar necessariamente em contacto com a tua pele, as tuas palavras, os teus pensamentos!...Mas estou!

Mas pergunto-me porque?

Porque e que este amor e tao dificil?

Porque e que o nosso Deus nao fez passar por esta situaçao tao delicada?

Sera castigo por comportamentos crueis em vidas passadas?

Nao faço ideia! Inetrrogaçoes que nunca podem ser respondidas por nenhum de nos! A única coisa que nos resta é fazer a vontade Dele e lutar por este amor e seguirmos o nosso caminho, juntos é claro!

Quando voarm,os para junto Dele já as nossas duvidas estarao esclarecidas e ai iremos chegar a conclusao que ja sabiamos as respostas mas nao demsos ouvidos ao nosso coraçao! No fundo, temos muita sorte! o nosso amor é correspondido e a minha vida sem ti nao era considerada vida! Dizem para descondiar de tanto amor e felicidade mas...Como nao se pode confiar na promessa de um anjo??? AMO-te

Sinto-me: melhor...bem melhor!
Publicado por Leticia às 21:09

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

Nada de exacto...tudo confuso!

Hoje estou triste, mas nem sequer tenho vontade. Vazia mas tenho quem me encha. Desejosa, mas não há nada para desejar. Ansiosa, sem ter nada que anseie mais do que tu!

As pessoas veem e vao e as palavras que me dirigem passam por mim e fogem, numa correria que me atropela. As nodoas negras começam  a surgir e já nem tenho quem me proteja do embate! As joelheiras, cotoveleiras e capacetes desapareceram e caio vezes sem conta de ti!...És como rodas que rolam para longe da pista que conheço e que me apaixonam por rolarem assim, e por nao terem medo de encontrar um pedra onde tropeçar!

E tu és assim e levas-me para onde nao quero. Ou melhor, quero mas nao posso...

Depois de tudo espero que me respondas, mas o relatório chega e tu ignoras a quantidade de coragem que foi necessaria para aquela mensagem. E eu acelarada e preocupada, espero por ti...

O teu silêncio magoa, e cada segundo que passa é como uma lança que me espetam no corpo que tu adoras-te. e aos pouco, tão lemtamente, as lanças já são tantas que já desito da vida...

Só me espera a morte com perda de demasiado sangue...        ....        .....

 

Sinto-me: muito confusaa...
tags:
Publicado por Leticia às 23:50

link do post | comentar | favorito

Dá-me uma razão...

Dá-me uma razão para não te amar assim, dá-me uma razao para não sorrir cada vez que penso como te conheci...

Dá-me uma razão para nao chorar cada vez que penso como tudo acabou...

Dá-me uma razao para nao te tocar assim quando acordamos, uma razao para nao te deixar tocar-me como tu desejas...

Umá razao para nao correr assim pa os teus braços, para nao gostar tanto de entrelaçar a minha mão na tua, uma razao para nao te beijar depois de me dares tanto, de partilhares tanto comigo, de me contares tudo, de me deixares sem palavras depois de saber como me amas...

Dizem que os anjos sao puros e nao pecam...

É verdade, aquilo que fazemos nao se chama pecar, chama-se ser feliz!

Nao me interessa a realidade alheia em relaçao a nossa relaçao!

A verdade é que contigo nao consigo ser aquilo que sou para os outros.

A personagem que encarno é diferente:

ELA nao chora, ela nao te ama, ela nao sorri, ela nao te toca, nem te deixa tocar-lhe, ela nao corre para ti, ela nao entrelaça a mao na tua, ela nem sequer te beija, porque ela nao sabe que tu a amas...

 

Acabas-te de lhe dar a razao que ela tanto pedia...

 

AMO-TE e eu sei que tu tambem me amas...

Vamos lutar por aquilo que acreditamos e eu acredito no nosso amor!

 

Sinto-me: com coragem...
Publicado por Leticia às 23:09

link do post | comentar | favorito

Identifiquei-me...

Hoje recordei uma adolescente em guerra como o mundo que a rodeava, criando asas e desejando voar rumo a liberdade, ansiando um pouco de felicidade que já lhe tinham oferecido numa amostra, na loja do amor em bruto. Umas pitadas de felicidade dentro de um pacot cor-de-rosa que havia acabado no dia 28 do mês passado. Rompendo com todas as barreiras impostas pela sociedade, negando todos os valores, cometendo pequenas e grandes loucuras, mas procurando ser diferente de tudo aquilko que lhe tinham ensinado que era bom.

Negou todas as suas raizes. foi no fundo da irresponsabilidade e na loucura do amor, achou que se mergulhasse de cabeça resolveria tudo, acabaria com os seus fantasmas, doce ilusão adolescente...

Mandou nos seus proprios movementos, dona de si mesma, ignorando todos os conselhos, aumentou a intensidade de todos os momentos de rebeldia vadia...

 

Arrasto-me até ao terraço e o vento bate-me na cara e leva o meu cabelo para longe, com ele vêem embaladas mihões de histórias iguais á minha...

 

Histórias de adolescentes inconscientes...  cheias de medo...e fantasmas...

Sinto-me: péssima...
tags:
Publicado por Leticia às 21:39

link do post | comentar | favorito
Domingo, 3 de Junho de 2007

Ao teu encontro...a tentar...

Vida mórbida e vagarosa que me apresentas...

Ruas escuras e vazias, mas cheias de tristeza, vidas destinadas a ser cruzadas mas descruzadas por pessoas alheias ao amor...pelo menos ao nosso!

Beijos sem significado, lábios molhados não da tua saliva, mas das minha lágrimas.

Espirito negro, ou melhor, cinzento que troquei pelo amarelo feliz!

Estou de luto pot uma vida que matas-te. Sim, a minha! Estar de luto por si proprio parece ser egoismo ou vontade de ter atençoes so para si, mas nao é! É pena...

hoje decidi criar uma nova vida, um novo lema! talvez tu já nao faças parte desse lema! Mas o que estou eu a dizer?! Estou a tentar enganar quem?!....

O meu maior problema são as dúvidas...assustam-me quase tanto como uma vida sem ti...uma vida perdida!

Será que lute, ou que me renda?

Será que chute, ou que defenda?

Serás tu o avançado e eu a baliza?

Eu o multibanco destroçado e tu o Visa...

 

Se for assim fiquei de saldo negativo...... ja estou assim á muito tempo...

 

Sinto-me: ... destroçadaaaa
Publicado por Leticia às 21:54

link do post | comentar | favorito

Choro (outra vez!) 03/06/07

Sento-me no sofá onde costumava-mos falar durante horas, relembro cada conversa com saudade...

Memorizo a tua história como a de uma personalidade, porque para mim tu és mesmo isso: algo que esteve tão perto mas que agora está demasiado longe..

Para mim agora és inantigivel, és algo que nunca conseguirei ter, mas não deixas-te de ser algo insubstituivel!

Todos me dizem que não me amas e para te esquecer. É impossivel! Será que esqueceste mesmo tudo? não pode ser...

O mar lacrimal bate onda por onda, na minha mão, que (tremula) escreve como se fosse a unica coisa que sabe fazer, para além de chorar...

Ninguem parece querer saber mas sofro...

DEMASIADO!!!

Amo-te mais que tudo...

Sinto-me: Acho que nao e preciso dizer..
tags:
Publicado por Leticia às 21:25

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Junho de 2007

Diário...01/06/07

Acordo, lembro-me de ti, continuação de quando me deito...

Chamo-te no silêncio de lábios calados que esperam pelos teus...os meus olhos como nuvens, deixam cair a chuva habitual, vida sem nexo...

Sinto o odor do castigo, parece que o pequeno-almoço vem a caminho! Nutrição exagerada para ter forças para superar tudo. Tudo menos a tua despedida! As tuas palavras aparecm escritas no rosto da mulher preocupada que me apresenta as torradas com fatias de manteiga. Carregado de vitaminas desfeitas, o sumo de laranja posiciona-se ao canto do tabuleiro que já ninguém suporta! Tudo isto para que os quilos nao desapareçam novamente do visor da balança! Esboço um sorriso de agradecimento desesperado.

"Larga-me fantasma das noites geladas, onde só a tua imagem me aquece!"- Dizem os meus olhos.

As minha dedadas ficam marcadas na janela...O vapor que voa da minha boca estampa-se contra o vidro e é escasso mas forte...

Os meus neuronios organizam um coro em tua homenagem, que canta a letra da nossa canção, a minha boca mexe mas nao ouço nada! Imploro que se calem, mas já nao sou eu quem canta, és tu!

Ás vezes pensamos um no outro ao mesmo tempo e as reticências nas mensagens repetem-se, porque afinal há tanto para dizer mas nada é permitido!

Rezo ao Nosso Deus para não adormecer e sonhar contigo, que só me faz mal! Mas Ele ignora-me e as imagens teimam em reproduzir-se e ainda nem fechei os olhos!

Foges do teu sonho e vens buscar-me do meu. Formamos um 3º que nao é meu nem teu, é nosso!

Um universo paralelo onde as frequentes proibiçoes nao existem! Somos nós quem construimos esse sonho: Eu e Tu!

Já nao o classifico como sonho. És tu quem lá está e também sou eu! Menos pálida, menos magra, com menos olheiras, mas sou eu!

Rosto de boneca como tu me descrevias...Olhos negros que brilham mais do que nunca, só com a esperança de podermos ser felizes, ou pelo menos mais felizes!

Trocamos tanto, e eu agora troco e brinco com o teu holograma como brincava contigo! Está um pouco de ti dentro dele e isso já me chega!... Acordo e o teu calor desperta comigo e espera como tu do meu lado! Deixo-o invadir-me como deixaria se fosses mesmo tu! Agora não há medo, nem receio, só há uma grande ferida que tenta sarar.. Aperto-o contra o peito como vontade que ficasse para sempre dentro de mim...e ele aceita-me, mima-me como tu um dia aceitas-te, meu anjo!

"Bom Dia!", sossurras ao meu ouvido. Viro-me para te beijar, mas o meu beijo assenta no vazio...já não lá estás! Afinal foi tudo mesmo uma ilusão!

Sinto-me: O pior possível...
tags:
Publicado por Leticia às 20:59

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
21
23
24
25
27
28
29
31

.posts recentes

. ...

. Lá do alto...

. O rio...

. Leva-me de volta...

. Só quero voltar...

. Mais um dia, mais uma noi...

. Ela...

. O teu olhar...

. Nao partiras de mim !

. ...

. BLOG!!!

. passado...presente...FUTU...

. Obrigada...fazes-me tao b...

. Adão e Eva...

. Adormeço...

. O meu novo caminho...

. Palavras...

. Angustia...

. Reflecçao.

. Vontades...

. Eu & Ella!

. Naquela casa...

. Documento das horas vazia...

. O fim da tarde, amado-o.....

. Saudades tuas...=')

. Momento maravilhoso...

. Qual é o preço da realida...

. Vamos falar...

. Nuvem...

.arquivos

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favorito

. Última Deixa.

. Diário...01/06/07

blogs SAPO

.subscrever feeds